Como montar uma lanchonete

Uma lanchonete é algo muito complexo de se montar e administrar, neste artigo daremos uma pequena visão de como montar uma lanchonete de forma simples e sucinta, falando principalmente dos principais fatores que fazem o consumidor entrar em seu establecimento quanto os que fazem ele querer consumir seu produto.

Custo inicial

O custo inicial para abrir uma lanchonete pode variar e existe várias formas de você reduzir este custo, para compor o custo de abertura da sua lanchonete você deverá decidir algumas coisas primeiro.

O que vou servir?

Decidir o que você irá servir na sua lanchonete é fundamental e definirá quais equipamentos você irá precisar para manter sua lanchonete funcionando, mas lembre sempre de comprar equipamentos de qualidade, para não parar a sua produção no meio do expediente.

Como vou servir?

Alguns dos itens que fazem muita diferença são os utensílios, dependendo da região e do tipo de público, você poderá ter um bom gasto comprando vasilhames ou travessas para atender este público.

Aonde será minha lanchonete?

Algumas regiões são mais caras que as outras e com isso você pode contar com o valor do ticket refeição dos seus funcionários, valor do aluguel ou a compra do ponto, além do custo de manutenção, caso exista um grupo de comerciantes que prezam pela segurança ou se unem para fazer ações publicitárias.

Concluindo

Respondendo a estas e outras perguntas você terá maior noção de qual o valor inicial para a sua lanchonete.

Uma boa localização

Uma lanchonete vive basicamente de um bom fluxo de pessoas, escolher bem o local onde você irá abrir sua lanchonete te ajudará a ter acesso a mais pessoas e principalmente determinar um público.

Se você vai abrir sua lanchonete num local com pouco movimento, o ideal é que você procure oferecer produtos que possam ser feitos na hora e que ofereçam um diferencial, uma boa escolha seria partir para sanduiches saudáveis, sucos variados e procurar saber como mais você poderia ajudar aquela comunidade, algumas lanchonetes de bairro, por exemplo optam por contratar uma cozinheira para a hora do almoço, de forma que possam oferecer uma refeição aos moradores e ao comércio da região. E lembre-se, todo público tem uma necessidade, se você já possui um negócio e ele não tem o movimento que você esperava, tente inovar, procurar novas formas de trazer mais movimento para sua loja.

Caro você esteja com um ponto em um local muito movimentado, seu trabalho fica mais simples, você terá que analisar o que a concorrência já oferece, ver os preços que praticam e buscar saber mais sobre seus negócios. Nesta situação você tem algumas alternativas, a que mais me agrada é tentar inovar, criar mais opções para o consumidor, que com certeza já esta cansado de tanta oferta igual, crie um produto diferenciado e trabalhe na sua divulgação.

Outra opção é tentar brigar com preço ou qualidade, nestes dois casos é bem complicado, você precisa ter um ambiente favorável e seguir as próximas dicas que daremos daqui para frente e claro, deverá estar sempre atento aos movimentos de seus concorrentes.

O ambiente

Independente de sua concorrência, você deve montar um ambiente favorável para o seu consumidor. Quantas vezes eu já passei por uma lanchonete que não tinha nenhum atrativo para quem tivesse interesse em entrar e que mesmo sem concorrência não conseguia emplacar muito o movimento.

Este fenômeno se da pelo simples motivos que somos condicionados em nossa a educação a nos alimentar em nossas cozinhas, ou salas, enfim, um ambiente familiar, limpo e com algumas qualidades que nos trazem conforto e segurança para consumir aquele alimento.

O primeiro fator de conforto é a higiene, e higiene não é um estado e sim uma sensação, esta sensação de limpeza você pode trabalhar com alguns elementos simples, como por exemplo uma boa iluminação, uma pintura de qualidade, de preferência de cor clara ou com cores que sejam brilhantes, é possível ter um ótimo tom de azul escuro, desde que tenha um bom reflexo, gerando aquela sensação de que esta limpo.

Outro fator importante é onde o cliente vai sentar, chegar numa lanchonete e sentar naquelas mesas de metal ou sem nenhum tecido ou plástico para nos separar do material da mesa é extremamente desconfortável, além da chance deste não ter sido adequadamente higienizado deste de que a última pessoa o utilizou.

Sempre que puder, opte por colocar tecidos ou se for um ambiente mais simples um plástico em sua mesa e claro faça a manutenção constante de sua limpeza, não só diariamente, mas sempre.

Outro fator a se lembrar é o piso, grande importância tem este na hora de passar uma boa sensação de higiene, tenha um piso claro e tenha certeza que irá manter ele sempre limpo, pois além de refletir a suas luzes, melhorando a iluminação, ele será a primeira coisa que a pessoa irá encostar ao entrar na sua loja e um chão gordurento ou oleoso é realmente desagradável.

A Apresentação

Pronto, você já fez o cliente querer entrar na sua loja, agora é hora de vender algo, como você não poderá aborda-los individualmente na maioria das vezes,  o aspecto de seus produtos deverá ser o seu principal vendedor.

Portanto, tenha certeza de que o seu cozinheiro/salgadeiro/etc tenha sempre o cuidado de fazer com que o lanche tenha uma boa cara, caso este seja armazenado em uma quantidade maior, é imprescindível que eles sejam o mais parecidos o possível um com o outro, ter coxinhas assimétricas no seu mostrador deixará seu cliente desconfortável, sempre pensando que o outro ali do lado poderia ter sido melhor.

Não venda nada queimado, mesmo que seja só um pequeno pedaço, ou um detalhe, não venda, você não gosta de comida queimada, seu cliente não quer comprar isso, é melhor você perder o produto , do que oferecer um produto com aspecto ruim. Por mais que as vezes o cliente não se importe, sempre ficará no seu subconsciente a imagem de comida queimada e isso fará toda a diferença quando ele decidir voltar ao seu estabelecimento.

Além do aspecto do produto, você também pode caprichar na apresentação, primeiro é tratar a comida com respeito, por mais movimento que a sua lanchonete tenha, tente deixar os salgados sempre separados, não os amontoe em uma estufa e os deixe lá, tente deixar sempre um pequeno espaço entre cada alimento e claro, capriche na iluminação, um alimento brilhando é a melhor coisa que tem, seu cliente terá a sensação de que ele esta fresco e com certeza não vai deixar de comprar em sua loja. Muitos comerciantes ainda optam por desligar a luz da estufa para economizar um pouco na conta de luz, isso é a morte de todo o seu trabalho, você esta mostrando o quadro que você acabou de pintar em um porão escuro e gorduroso, trate de deixar o alimento bem vistoso, para que o cliente tenha vontade de comê-lo.

Uma grande mancada que sempre vejo por ai é a hora de servir o alimento, por mais que a pessoa já tenha escolhido e acreditado que aquele lanche é o mais apetitoso, a apresentação é muito importante, tente então utilizar Utensílios que vão destacar as cores do seu lanche, tente tons quentes, como vermelho ou laranja, ou até mesmo um tom verde, sempre forre sua vasilha com papel toalha ou guardanapo, o branco em contraste com a cor mais forte e o que  for servido ficará bem destacado ali no meio, mantendo o bom aspecto.

Estas são nossas dicas para quem quer abrir ou melhorar um pouco seu estabelecimento, espero que tenha te ajudado, deixe também suas observações nos nossos comentários.

Um bom nome

Escolher um bom nome para a lanchonete também é importante, por isso escrevemos um artigo a parte para explicar melhor como escolher nomes para lanchonete, dando dica de alguns processos simples que podem escolher uma marca que vai durar para sempre.

O que precisa para montar uma lanchonete

No final, o que precisa para montar uma lanchonete? Claro que você precisará de dinheiro, pois mesmo com um projeto simples, você deverá sempre ter um pouco de capital para comprar equipamentos e manter um capital de giro, além disso é necessário estar disposto a trabalhar, ter e administrar uma lanchonete não é fácil, seja ela grande ou pequena, você tem de estar sempre trabalhando para melhora e estar atento as necessidades do seu público.

Um grande comerciante sempre antede seu público com o melhor que pode entregar e nunca o deixa na mão, então, converse com seus consumidores, entenda a opnião deles e adeque seu produto.

Leave a Reply